UM holds international conference on Portuguese language education
葡語教學國際研討會澳大舉行 促亞洲高校葡語教學實踐交流

11 Apr 2016


Group photo 2

The International Conference on Teaching and Learning Portuguese as a Second Language opened on 8 April at the University of Macau (UM). The event was co-organised by UM, the University of Lisbon, and Beijing Foreign Studies University. During the two-day event, a professional association for Portuguese language teachers in Asia will be established. UM will provide support for this association by offering assistance to the teachers and creating collaboration opportunities for them.

‘Macao has been playing a leading role in the globalisation of languages, particularly among Portuguese-speaking countries,’ said Sou Chio Fai, director of the Tertiary Education Services Office of Macao SAR. ‘Therefore, Macao not only plays an important role in the relations between China and Portuguese-speaking countries, but also has the responsibility to promote Portuguese language education in the Asia-Pacific region, in order to help others in the region rapidly adapt to the changes brought by globalisation, cultivate bilingual talent in all professional areas, and create new collaboration opportunities.’

‘Portuguese is not just a subject for academic study for UM, but also one of Macao’s two official languages, including the language of our legal system,’ said Prof Lionel Ni, acting rector of UM, in his opening speech. ‘That explains why we have such a strong Faculty of Law, attracting many international students. That also explains why the University of Macau has always attached great importance to Portuguese language education.’

Prof Hong Gang Jin, dean of the Faculty of Arts and Humanities, also gave a speech at the conference. ‘Because of Macao’s unique history, culture, linguistic environment, and geographic location, we not only have a deep sense of responsibility for promoting the Portuguese language and culture,’ she said. ‘But also a noble mission of cultivating a large number of linguistically capable and culturally competent Portuguese bilinguals or trilinguals.’ She added: ‘UM’s Department of Portuguese has 35 years of Portuguese teaching history and is the largest Portuguese department outside of Portugal and Brazil. In each semester, the department offers three full-fledged degree programmes in various fields of studies for more than 550 students.’

The conference attracted nearly 100 scholars, professors, and postgraduate students in the area of Portuguese language education from 36 universities in different parts of the world, including mainland China, Taiwan, Macao, Portugal, Brazil, South Korea, Japan, and India. During the event, the participants had an in-depth discussion on research and teaching activities related to Portuguese language education in Asia. The two-day conference aims to enhance communication among Asian universities in the teaching and learning of the Portuguese language. The event includes two keynote speeches, three keynote roundtable discussions, and 12 presentation sessions for 48 papers.

由澳門大學、葡萄牙里斯本大學及北京外國語大學合辦的“葡萄牙語作為第二語言的教學”國際研討會日在4月8日於澳門大學圖書館演講廳舉行開幕儀式。此外,會議期間將正式成立葡語領域一個新的專業組織──“亞洲葡語教師學會”。澳大將大力支持這一組織,讓葡語教學人員有一個專業之“家”,為其提供幫助、支持、合作。

澳門高等教育輔助辦公室主任蘇朝暉致辭時表示,長期以來,澳門是語言全球化的一個先鋒,尤其在與葡語系國家的交往上,因此澳門不單是連接中國、葡萄牙語國家的紐帶,也應當承擔促進亞太地區葡語教學的特殊地位,迅速適應全球化的挑戰,在各領域培養雙語人才,迎接新的多邊合作機遇。

澳大代校長倪明選致辭時表示,澳大一直大力推動葡語教育的發展。對澳大而言,葡語不僅是一門學科,也是澳門兩大官方語言之一,澳門的法律界也將葡語作為官方語言。得益於這地利條件,澳大成功打造了一個優秀的法學院,每年吸引眾多來自世界各地出色的學生。

澳大人文學院院長靳洪剛表示,由於澳門獨特的歷史、文化、語言及地理環境,澳大對傳播葡萄牙語言、文化,對培養大批具專業葡語文化能力的雙語或多語人才責無旁貸。澳大葡文系有著35年的歷史,是在葡萄牙、巴西外陣容最大、實力最強的葡文系,每學期學生人數超過550名,提供三個學位課程、六個專業方向。

是次會議有近百位來自中國、台灣、澳門、葡萄牙、巴西、韓國、日本、印度等地、代表36所高校和從事葡文教育研究的學者、教授、研究生,就亞洲葡萄牙語教學的學術研究與教學實踐的相關議題進行深入討論,以加強亞洲高校在葡語教學方面的相互交流和瞭解。在兩天的會議中,會有2個主題發言、3場專題圓桌討論,以及分12個會場發表48篇論文。

A Conferência Internacional sobre Ensino e Aprendizagem de Português como Língua Estrangeira teve a sua Cerimónia de Abertura a 8 de Abril na Universidade de Macau (UM). O evento foi organizado pelo Departamento de Português da Faculdade de Letras da Universidade de Macau, com a co-organização da Universidade de Lisboa e Universidade de Estudos Estrangeiros de Pequim. Durante o evento de dois dias, será criada uma associação privada de professores de língua Portuguesa na Ásia, destinada a facilitar os contactos e o diálogo entre os profissionais e professores de língua Portuguesa. A UM vai apoiar esta associação, oferecendo assistência e criando oportunidades de colaboração entre professores.

“Macau tem vindo a desempenhar um papel preponderante na globalização linguística, particularmente entre os países de língua portuguesa”, disse Sou Chio Fai, Director do Gabinete de Apoio ao Ensino Superior (GAES) da RAEM. “Deste modo, Macau não só desempenha um papel importante nas relações entre a China e os países de língua oficial Portuguesa, mas também tem a responsabilidade de promover o ensino da língua Portuguesa na região Ásia-Pacífico, de modo a ajudar os países da região a adaptarem-se rapidamente às mudanças trazidas pela globalização, a cultivar um espírito bilíngue nas diversas áreas profissionais e a criar novas oportunidades de colaboração”.

“O Português não é apenas uma disciplina de estudo académico na UM, mas também uma das duas línguas oficiais de Macau, bem como a língua do nosso sistema jurídico”, disse o Prof. Dr. Lionel Ni, actual vice-reitor da UM, no seu discurso de abertura. Esses factores explicam porque temos uma Faculdade de Direito tão forte, que atrai muitos estudantes internacionais, e são a razão de a Universidade de Macau sempre ter atribuído uma grande importância ao ensino da língua Portuguesa’.

A Prof. Doutora Hong Gang Jin, Directora da Faculdade de Letras, também discursou na abertura da conferência. “Devido à singularidade de Macau em termos de história, cultura, do seu panorama linguístico e localização geográfica, não só temos um profundo sentido de responsabilidade em promover a língua e a cultura portuguesa, mas também uma nobre missão de formar um grande número de estudantes, linguística e culturalmente competentes, bilingues ou trilingues em Português.” Acrescentou ainda que o “Departamento de Português da UM tem 35 anos de história no ensino de português e é o maior departamento de português fora de Portugal e do Brasil. Em cada semestre, o departamento oferece três programas completos de graduação em diferentes áreas de estudos para mais de 550 alunos. ”

A conferência reuniu cerca de 100 estudiosos, professores e estudantes de pós-graduação na área do ensino da língua portuguesa de 36 universidades de diferentes partes do mundo, incluindo a China continental, Taiwan, Macau, Portugal, Brasil, Coreia do Sul, Japão e Índia. Durante o evento, os participantes tiveram a oportunidade de discutir e analisar questões relacionadas com a investigação e o ensino do Português na Ásia. A conferência de dois dias teve como objectivo fomentar a comunicação entre as universidades asiáticas no ensino e aprendizagem do Português. O evento teve uma conferência de abertura e outra de encerramento, três mesas redondas e 12 sessões em que foram apresentadas 48 comunicações.

 

Event in Pictures 活動照片

 

Media Coverage 媒體報導